F*ck cows, chicks and pigs...what I really like is to smash potatoes and beans

Molho de Tomate assado caseiro

Molho de Tomate assado caseiro

Sou uma sortuda por ter amigos que cultivam de tudo um pouco e têm sempre muitos excedentes, o que me leva a ter a honra de receber regularmente muitos legumes e frutas da época biológicos. Esta semana ofereceram-nos uma boa quantia de tomates e pimentos! Como os tomates já estavam bem maduros e detestamos desperdiçar comida boa decidi fazer um molho de tomate assado especial para partilhar com eles. A isto se chama uma troca justa. Um dia destes hei-de trazer este tema ao blog, as trocas de bens e serviços, cada vez mais emergentes! Sou mega fã de legumes assados, no forno, na brasa, grelhados na chapa, em papelote, recheados… Os sabores dos legumes ficam sublinhados com este processo de cozedura e ganham um travo “fumado” que só com a adição de temperos fumados se conseguem noutras formas de cozedura. Então decidi cozinhar tudo no forno. Coloquei todos os ingredientes num tabuleiro, remexi-os muito bem, cobri o tabuleiro com papel de alumínio para que os legumes não perdessem a humidade, assei-os e, por fim, triturei tudo.

molho de tomate assado

Para 750ml
Preparação: 10 min | Cozedura: 40 min | Total: 50 min

Ingredientes:
– 6 tomates maduros cortados em gomos sem ;
– 2 pimentos (eu tinha verdes, mas podes usar vermelho, laranja e/ou amarelo);
– 1 beringela;
– 1 cebola grande;
– 2 dentes de alho grandes;
– 1 colher de sopa de sal marinho;
– 1 colher de sopa de vinagre balsâmico;
– Ervas a gosto (coentros, oregãos, tomilho, alecrim…);
– 1 chávena de café de vinho branco;
– 1 chávena de café de azeite;
– 1 colher de sopa de pimentão doce ou paprika.

Preparação:
1. Corta o pimento em tiras longitudinais, retirando as sementes e as fileiras brancas. Dispõe num tabuleiro de forno como o da imagem.

2. Corta os tomates em gomos, retirando a cabeça e a parte branca (que mesmo cozida fica muito fibrosa). Junta-o ao pimento.

3. Corta a beringela em 4 partes (longitudalemente) e depois em quartos. Junta ao pimento e ao tomate.

4. Corta a cebola em gomos finos e pica finamente os alhos (eu usei um espremedor de alhos). Acrescenta aos legumes anteriores.

5. Tempera com o vinho, o azeite, o vinagre balsâmico, o pimentão doce, o sal e as ervas. Envolve tudo muito bem.

molho de tomate assado

6. Cobre o tabuleiro com papel de alumínio e leva ao forno por cerca de 40 minutos, a média temperatura.

molho de tomate assado

7. Quando os legumes se apresentarem assados, deixa arrefecer. Coloca tudo num robot de cozinha e tritura muito bem. Voilá! Tens molho de tomate assado especial para várias refeições!

O nosso jantar neste dia foi esparguete com molho de tomate especial e queijo mozarella (opcional), polvilhado de levedura de cerveja e ervas aromáticas frescas! Hmmm… por vezes, menos é mesmo mais! Ainda esta semana tenciono cozinhar uma tomatada de tofu com arroz e esparregado, adoro!

Nota: Por estar tudo bem cozinhado, este molho de tomate pode ser congelado. Se esterelizares o frasco onde vais reservar o molho, podes conservá-lo no frigorífico por 5 dias, que se mantém bem fresquinho!

Eu optei por não pelar os legumes, porque sendo biológicos não contêm nenhum aditivo químico que seja nocivo para a saúde. Caso prefiras sem pele, podes sempre dar uma cozedura rápida ao tomate e assar o pimento e a beringela à parte. Sem pele, o molho fica mais cremoso e sem grumos.
Se os tomates não forem biológicos, tenta retirar-lhe as sementes. Já li vários artigos que referem que as sementes do tomate não biológico absorvem bastante os químicos utilizados durante o cultivo.

molho de tomate assado



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *